Pinned Tambo: Ataque e Defesa conjunta

This site uses cookies. By continuing to browse this site, you are agreeing to our Cookie Policy.

Welcome to the international forums! Choose your language area below:

NEW: More world rounds coming this month, click to read more

  • Tambo: Ataque e Defesa conjunta

    Conteúdo

    1. Características gerais e funções
    - Elementos de interligação
    - Requisitos
    - Funções

    2. Defesa: como enviar e recolher apoios

    3. Ataques conjuntos
    - Como funciona
    - Ataques conjuntos e regras de protecção de ataques
    - Distribuição de dano
    - Saque
    - Campos bárbaros

    4. Outros aspectos
    - Capacidade do Tambo
    - Tropas aliadas: estatísticas e bónus
    - Bloqueio do Tambo
    - Apoio e milho
    - Relatórios de espionagem e batalha

    1- Características gerais e funções

    O edifício Tambo é o meio de se poderem fazer ataques e defesas conjuntas com os seus aliados

    . Elementos de interligação

    Irá encontrar 2 abas na estrutura Tambo: "Tropas aliadas" e "As minhas tropas":

    (1) Tropas aliadas: aqui irá encontrar todas as tropas externas estacionadas na sua cidade:



    Tal como mostrado no nosso exemplo, existem 2 tropas aliadas estacionadas neste tambo:
    - Uma tropa que pertence ao jogador "Itzamal" da cidade Chichén-Itzá, 236 unidades;
    - a segunda tropa enviada pelo jogador "Coyote Ahsa", que vio da cidade Cptogan, 171 unidades.

    (2) As minhas tropas: estas são as suas próprias tropas estacionadas nas cidades dos seus amigos:



    Neste exemplo, o jogador "Ek Holmul" tem 4 tropas estacionadas fora da sua cidade:
    - a primeira tropa, tal como listado acima, apoia o jogador "Sak Nikté" em Coco Place, 1 unidade;
    - a segunda tropa apoiar o jogador "Kinich Balam" em Nakbe, 12 unidades.
    A segunda tropa está neste momento caminho de Chichén-Itza (uma cidade que pertence ao jogador Itzamal), por ordem do jogador Kinich Balam que esteve a acolher esta tropa. A tropa irá chegar em Chichén-Itza em 1m 39s.

    . Requisitos do Tambo

    Para usar o tambo, os seguintes requisitos devem ser cumpridos:
    - os jogadores têm de ser da mesma tribo
    - os jogadores têm de ter um Tambo nas suas cidades
    - o recipiente tem de ter espaço suficiente no seu Tambo

    . Como funciona

    - Se deseja apoiar outro jogador através do Tambo, abra a janela das ordens de viagem e escolha as unidades a enviar.

    Depois disso, escolha a localização para onde enviar o apoio, então escolha a opção "apoio" e pressiona o botão "Enviar tropas". As tropas enviadas como apoio irão chegar ao Tambo do recipiente.

    - Tropas enviadas como apoio apenas podem ser usadas para ataques e/ou defesa; não podem ser usadas para espiar outros jogadores. Além disso, não é possível transferir apoio para outros jogadores.

    - Enviar tropas através do Tambo não irá provocar alterações na pontuação de quem envia/recebe; não será então notado por outros jogadores quando um jogador envia apoio para outro jogador.

    - A "propriedade" das tropas enviadas através do Tambo ficará sempre com quem envia: nenhuma transferência de tropas/donativo terá lugar; o apoio é "emprestado" por quem envia para um objectivo (defesa/ataque conjunto).

    - Pode recolher as suas tropas através do Tambo a qualquer altura, mesmo que tenham sido enviadas para atacar um alvo (caso em que o ataque conjunto será cancelado).

    - O saque será distribuído de acordo com a força de cada tropa que fez parte do ataque.

    2. Defesa: como enviar e recolher apoio

    Para enviar apoio para a cidade de outro jogador, vá ao mapa do mundo, escolha a cidade do jogador para onde deseja enviar apoio, e escolha a opção "Defender aliado" quer através do mapa do mundo ou da janela das ordens de viagem:



    E então siga para preencher as suas unidades como normalmente faria para qualquer outra ordem, depois pressiona o botão

    "Enviar tropas":



    Assim que a tropa chega à cidade, orá automaticamente encontrar abrigo no Tambo do seu amigo e ficar em posição de batalha até que seja recolhida ou enviada de volta.

    Como recolher ou enviar de volta apoio:
    - Para enviar de volta as tropas de outros jogadores, vá ao Tambo, clique na aba "Tropas aliadas" e pressione o botão "Enviar de volta": ao fazer isso, as tropas enviadas como apoio voltam para a cidade do jogador que as enviou.

    - Para recolher as suas próprias tropas, vá ao Tambo, clique na aba "Minhas tropas" e pressione o botão de recolher: ao fazer isso, as suas tropas paradas nos Tambos de outros jogadores voltarão para casa.

    3. Ataques conjuntos

    . Como enviar um ataque conjunto

    1. De forma a lançar um ataque com os seus aliados, terá primeiro de decidir quem irá dar as ordens às tropas aliadas, vamos chamar este jogador "anfitrião".

    2. Logo que tenham escolhido o anfitrião, todos os outros jogadores deverão enviar unidades para o anfitrião com a missão "Defender aliado", como explicado acima para a defesa conjunta.

    3. Logo que todas as tropas estejam em posição e a defender no Tambo do jogador anfitrião, o anfitrião tem de escolher e adicionar as tropas aliadas para a ordem de ataque através da janela de ordens de viagem, o clicar na aba "Tropas aliadas".

    Note que não pode escolher unidades solitárias de cada tropa aliada, é apenas possível escolher a tropa completa. Por exemplo, se uma tropa consiste de 100 guerreiros jaguar, 10 atlants, 5 ek chuahs e 3.000 Lanceiros, apenas a tropa completa pode ser escolhida:



    Para adicionar as suas próprias tropas às tropas aliadas, o anfitrião deve clicar na aba Unidades na janela de ordens de viagem, e escolher unidades para o ataque conjunto.

    4. Pressionar o botão "Enviar tropas" inicia o ataque.

    Quando tropas conjuntas estão a caminho de atingir um alvo como ordenado pelo anfitrião, todos os jogadores que partilharam as suas tropas serão capazes de monitorizar o movimento de tropas a qualquer altura através da janela do

    Tambo, onde também a cidade alvo e o jogador alvo serão mostrados:



    Caso algum dos participantes discorde da missão pretendida, pode a qualquer altura recolher as suas tropas pressionando o botão de recolha, caso em que o ataque conjunto será automaticamente cancelado.

    . Ataques conjuntos e regras de protecção de ataques

    As regras de protecção de ataques que se aplicam para ataques de um para um, da mesma forma aplicam-se a ataques conjuntos, nomeadamente:

    a) é impossível atacar/espiar outro jogador se existir uma diferença de 10 vezes nas suas respectivas pontuações

    b) 12 horas de protecção de ataques repetidos no caso de 75% de diferença de pontuação. Isto significa que quando se ataca com tropas conjuntas, a pontuação da tropa conjunta é considerada a ser equivalente à pontuação do jogador mais forte que participa no ataque, incluindo a pontuação do anfitrião.

    Exemplo: Jogador A (anfitrião) tem 100.000 pontos; jogador B (50.000 pontos), jogador C (200.000) e jogador D (95.000) participam num ataque conjunto. Quando lançam o ataque, as limitações para o jogador C (sendo o jogador mais forte com 200.000 pontos) serão aplicadas a todas as tropas aliadas.

    Protecção de ataque (Items "Pakal"):
    Note que se activar a protecção de ataque, não será capaz de receber apoio através do Tambo. O mesmo é verdade no modo inverso: com a protecção de ataque activada, não pode enviar apoio para os Tambos de outros jogadores.

    - Distribuição de dano

    Quando múltiplos jogadores tomam parte numa batalha, ambos no lado atacante e defensor, não existe preferência para quem luta ou sofre dado primeiro; todos os jogadores são igualmente envolvidos, como pelas regras de batalhas de um-

    para-um. Assim, dois jogadores atacando com 10 lanceiros cada é geralmente equivalente a um jogador atacando com 20 lanceiros.

    . Saque

    Se uma batalha com múltiplos aliados no lado atacante é ganha, o saque será distribuído de acordo com a força de cada tropa que contribuiu para a batalha. Assim, quanto mais forte a tropa, mais saque o seu dono será capaz de recolher:



    Quando tropas aliadas regressam ao Tambo do anfitrião, elas não deixam a sua respectiva parte do saque na cidade do anfitrião, mas guardam o mesmo até que sejam recolhidas ou enviadas de volta para a cidade de origem. A única excepção são as tropas do anfitrião, que na altura do regresso de um ataque conjunto deixam a sua parte do saque directamente na cidade do anfitrião.

    Se algumas das tropas não forem recolhidas/enviadas de volta, mas enviadas novamente como parte de um ataque conjunto, irão usar a restante capacidade de carga (se e enquanto existir alguma disponível) para carregar a sua parte do saque.

    Se não existir capacidade de carga restante, nenhuns recursos podem ser pilhdos; essa parte do saque irá ficar na cidade do defensor. Note que a capacidade de carga não é combinada para todas as tropas aliadas, mas aplicadas separadamente a cada tropa participante. Nem o anfitrião nem nenhum dos outros participantes irá receber um acréscimo de recursos se outro participante não tiver suficiente capacidade de carga para carregar a sua respectiva parte do saque.

    Nahuals e Guerreiras Amazonas: estas unidades não serão dividias entre os jogadores que participaram no ataque conjunto, mas irão juntar-se ao exército do jogador que enviou a tropa mais forte. No caso de não pertencerem ao proprietário da cidade atacada, ou seja, pertencerem a outro jogador que as enviou como apoio, dispersarão e não serão atribuídas a nenhum jogador.

    . Campos bárbaros

    Ao invadir campos bárbaros através do Tambo, será sempre o anfitrião que receberá uma pedra de âmbar. Além disso, é apenas o anfitrião que terá descontado os seus ataques de invasão diários, enquanto os outros participantes não irão perder os seus 5 ataques grátis diários; o saque, contudo, é sempre distribuído proporcionalmente à força de cada tropa aliada, como descrito acima.

    4. Tambo: mais aspectos

    . Capacidade do Tampo

    A capacidade do Tambo é definida pelo número de tropas que a estrutura Tambo pode conter. O capacidade máximo do Tambo é limitada a 15 tropas aliadas:



    Uma tropa pode consistir de várias unidades: por exemplo, uma tropa pode ser tão grande como 1.000 guerreiros jaguar, ou pode consistir de 1.000 ek chuahs e 100 guerreiros águia, etc. De modo a ser contada como uma tropa, todas as unidades devem ser enviadas juntas.

    Cada nível do Tambo permite estacionar/receber uma tropa aliada. Assim, quanto maior for o nível de expansão do Tabo,

    mais tropas aliadas podem ser estacionadas/recebidas.

    Tropas aliadas: uma tropa por jogador por cidade (por Tambo)
    - Cada jogador pode enviar apenas uma tropa por cidade (como definido acima, uma tropa pode consistir de múltiplas unidades). Para enviar uma segunda tropa para a mesma cidade/mesmo Tambo, a tropa já estacionada nessa cidade tem de ser recolhida primeiro. Isto significa que, apenas pode albergar um tropa aliada do mesmo jogador e vice-versa.

    - É possível enviar apoio para várias cidades de um aliado ao mesmo tempo: por exemplo, você (jogador A) pode enviar uma tropa da sua cidade A1 para a cidade B1 do seu aliado (jogador B), depois outra tropa para a cidade B2 dele/dela, uma tropa para a cidade B3 e por aí além.

    - Não existem limites sobre o tipo de unidades que pode enviar através da opção "Defender aliado": mesmo que um jogador não possa recrutar certas unidades na própria cidade, pode receber essas unidades através do Tambo.

    . Tropas aliadas: Estatísticas & bónus

    Geralmente, cada tropa aliada irá manter as suas estatísticas e bónus e não irá adoptar as do anfitrião, ou seja, do jogador que recebe tropas aliadas no seu Tambo. Por exemplo, se um jogador activa a Celebração do Fogo (>100% força), o bónus de força será aplicada às suas tropas, incluindo aquelas estacionadas fora da sua cidade no Tambo de outro jogador. Além disso, note que este bónus de força será aplicada apenas às tropas daquele jogador, não a outras tropas estacionadas no Tambo de alguém. Apenas a velocidade das unidades e o consumo de milho dependem do jogador anfitrião.

    a) Factores & estatísticas determinadas pelo dono da tropa (ou seja jogador que envia apoio):
    Após a chegada ao Tambo de um aliado, os bónus do dono da tropa enviada ainda se aplicam às suas tropas:

    - Vigor: é determinada pelo nível do Temazcal / qualquer outro bónus de vigor, se disponível, do proprietário da tropa.

    - Força: é determinada por qualquer bónus de força (Ceptro Kan / Benções Balam; Celebração do Fogo; Pirâmide Anã) do apoiante.

    - Carga: qualquer bónus de carga disponível para qualquer tropa aliada é um bónus activado pelo respectivo proprietário da tropa.

    - Sorte: cada tropa aliada tem o seu próprio factor de sorte (determinado pela Estela, qualquer bónus de sorte se disponível, e um factor aleatório) do proprietário da tropa.

    - Items Ahau (sobreviventes 30% / 50% / 1000% :( no caso do proprietário da tropa activar um item Ahau, será válido para a suas tropas, incluindo aquelas fora da sua cidade enquanto defendendo os seus aliados.
    Contudo, quando activando esses items, eles aplicam-se às tropas do jogador que os activam, não a algumas outras tropas de outros jogadores estacionadas no mesmo Tambo.

    b) Factores determinados pelo anfitrião:
    - Velocidade: se o anfitrião activa a Celebração do Relâmpago e/ou qualquer outro bónus de velocidade, todas as tropas aliadas vão mover-se à velocidade do anfitrião.

    - Milho e Vigor: sendo que as tropas aliadas consomem o milho do anfitrião quando estão estacionadas no seu Tambo, são apenas as reservas de milho do anfitrião que podem influenciar os valores de Vigor das tropas aliadas, no caso do anfitrião ficar sem milho, todas as tropas estacionadas na sua cidade irão perder Vigor ao longo do tempo.

    Simulador de batalha: Note que ao usar o simulador de batalha para simulações de ataques conjuntos, não será capaz de introduzir os bónus fornecidos pelos edifícios/pesquisas/celebrações de cada aliado. Apenas os bónus de um atacante e um defensor podem ser introduzidos no simulador de batalhar para simular resultados de batalhas.

    . Bloqueio do Tambo

    Para prevenir outros jogadores (da sua tribo) de enviarem tropas para si, pode activar a opção bloqueio do Tambo: vá a "Perfil de Jogador", clique na seta no menú suspenso, e das opções disponíveis escolha a opção "bloqueio do Tambo":



    Quando a opção bloqueio do Tambo está activada, o jogador bloqueado não será capaz de lhe enviar tropas através do Tambo. Pode querer activar esta opção para prevenir outros jogadores de usarem os níveis do seu Tambo e assim bloquear o seu Tambo, porque apenas uma tropa é permitida por cada nível do Tambo.
    Além disso, deve levar em conta que sempre que uma batalha aconteça, todos os participantes recebem automaticamente um relatório de batalha, onde todas as tropas estão listadas. Para prevenir um jogador de lhe enviar unidades através do Tambo apenas para receber um relatório de batalha, pode activar a opção de bloqueio do Tambo.

    . Apoio e milho

    - Sempre que envie apoio para a cidade de outro jogador, deve pagar milho para ambas as vias, o que é deduzido das suas reservas de milho para ambas as vias no exacto momento em que envie apoio, tal como acontece no caso de qualquer missão de viagem (ataque, espionagem, etc). Assim, quando recolher as suas tropas, não são pagos custos em milho, porque já foram pagos anteriormente.
    - Enquanto tropas aliadas estiverem estacionadas no Tambo de outro jogador, é esse jogador que providencia milho para todas as tropas. Se necessário, o jogador que envia apoio pode também enviar algum milho junto com as suas tropas, que será entregue no armazém do jogador apoiado.

    . Relatórios de batalha & espionagem

    Relatório de batalha: todos os jogadores que participam numa batalha vão receber um relatório de batalha



    Relatório de espionagem: Ao espiar outro jogador, você vai receber informação sobre todas as tropas na cidade desse jogador, mas não irá saber que tropas são tropas aliadas e quais são do jogador espiado. O relatório de espionagem vai mostrar tropas como se todas as tropas estacionadas na cidade fossem dessa cidade.